quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Volta para casa ..... - 15/10


Nosso ultimo dia neste pais encantador de pessoas colorosas e acolhedoras .... Novas paixoes ... Pantico e seu trumpete ... As mascaras de luta livre ... Piramides .. Ficamos todos com gostinho de quero mais Mexico na veia
Ateh a proxima ...
P.S : Todos os elogios que venho lendo sobre as lindas fotos vao para nossa fotografa oficialissima do blog Anna Barroso e para o fotografo substituto ( passeio piramides ) Denilson Campos

P.s 2 : temos tanto material que iremos postar no site em breve .. fiquem ligados

16 comentários:

camila disse...

oi lenine!!
poxa vida!
será que vc vai ler??
tou há tantos anos acompanhando seu
trabalho..
literalmente me influenciado
da super referencia que é
tua concepcao genial..
nao tenho como expressar..
eu costumava escrever cartas de amor pra vc qdo eu tinha 14 anos cara! agora tou com 23.
olha, parabens por estar vencendo
e cada dia mostrando para o mundo
a riqueza da nossa música!
sei que parece repeteco
mas vale a pena tu ouvir
o que eu tou fazendo, há 10 anos
música :)
http://www.myspace.com/camilasounds

passei um ano na asia, india e nepal
e voltei ao Brasil esse ano
mas agora estou em stockholm.
vou ficar muito feliz de saber que ouviu meu som!
um beijo grande
cada dia mais luz!
uma super admiradora
se pá a numero 2
Camila de Oliveira

Camila_Trinda disse...

Podem ter certeza de que esperamos ansiosos por mais fotos e comentários bacanas.
Beijos.

Alexandre Pontes disse...

Orgulho danado que dá ver o Lenine conquistando tanto...
às vezes eu fico repensando a carreira dele desde 1979 pra cá e ele já fez tanta coisa bacana: os compactos 7", os singles, os álbuns, os LP's e CD's em que participou, tanta gente que vem gravando suas músicas a cada ano... E conquistando o reconhecimento de tanta gente...
Que bom...
Parabéns.

La Canoura disse...

increíble este paseo por el cybercielo que me trajo hasta esta isla. Bendita tu música.

Tiago disse...

Sou um grande admirador do seu trabalho, vc é um poeta, pra mim o melhor do mundo! toco percussao e bateria, tenho uma banda. pode dar uma visitinha se achar um pequeno tempo na sua agenda! Abraços cara!! vc eh fera!!!!
visita-la e deixe um recado pleaseee!!!!!!rsss!!!!

http://soumaisbrasil.multiply.com/

Luana disse...

Lenine.
Nós somos um grupo de quatro pessoas que adoram seu trabalho.
Luana, Giulia, Arthur e Beatriz.
É mentira se dissermos que ouvimos você há muito tempo, nós começamos a te curtir a partir do Acústico de 2006.
Mas daí pra frente, compramos CD's, DVD's, assistimos shows e adoramos cada vez mais o que vc, Pantico, Guila e Júnior fazem!
Parabéns pelo sucesso mais que merecido que vocês têm; ainda terão muito mais.

Ficamos sabendo que vc já esteve em Marília, interior de São Paulo.
É uma pena termos perdido aquele show. :/
Pra vc ter uma idéia, nós quatro temos entre 16 à 17 anos, e somos os únicos que conhecemos da nossa idade que curtem música boa como a sua.
Nós quatro tocamos bossa nova, mpb e samba, às vezes. Foi a partir de vc que ficamos muito mais brasileiros do que já éramos.

Se vc ler, nós adoraríamos poder ter uma resposta. pode responder para o e-mail:

depaula.8@hotmail.com

Adoraríamos conversar com vc.
Beijos e felicidades para todos da sua equipe, continuem crescendo assim.
Abraços.



PS. Quando vc vem para Marília de novo???
:)

Dulce disse...

Lenine, te necesitamos en Uruguay!. Cuándo vas a venir?.

un abrazo desde el Sur del sur.

Juliana Andrade disse...

Para mim é uma grande emoção escrever aqui palavras para o meu maior ídolo, como costumo dizer a meus amigos, amo Lenine sob todas as coisas musicais, filha e irmã de percussionistas, que de talentos musicais não herdou nada, essa advogada que lhe escreve, foi apresentada a sua música em 1992, em um show aqui em Florianópolis levada por meu pai, e então aos 11 anos me apaixonei perdidamente e daquele instante em diante passo dias e noites a escutá-lo, e a contagiar de Lenine todos a minha volta, que passaram a admirá-lo também, muitas vezes imaginei como seria lhe falar sobre o que sua música representa pra mim e para a minha família, mas nunca consegui. Além daquele primeiro show compareci em inúmeros outros aqui em Floripa e Estou ansiosa com mais uma passagem sua por minha cidade no dia 14 de novembro.

Um grande beijo

Idéia Reciclável disse...

Oi Lenine, como muitos aqui...será que vc vai ler?!

mas deixo aqui o agradecimento pelo seu show em Curitiba.

Sem hiperbole um dos melhores de minha vida!

Sua musicalidade, simplicidade e amor pelo que faz, ficaram transparentes e é isso que me faz lhe admirar e ter enorme inspiração com suas músicas!

até a próxima !
Carolline Teixeira | Curitiba

Marielza Tiscate disse...

Lenine, querido, estou sempre acompanhando você de longe (e de perto, quando posso).
Lembro de um tempo em que você, ainda pouco conhecido, já despertava a mesma emoção em quem te ouvia...
Fico feliz que esse fio de prata e ouro dentro da sua espinha mantenha seu prumo...

O mundo é seu.
Como a borboleta e a flor.

Marielza Tiscate
www.marielzatiscate.com.br

Carol Rocha disse...

Kdê as Fotos Novas?..Estamos sentindo falta de mais novidades.


PS: Lenine Vem Pra Sampa Logooh!
Tô Precisando de um Show seu Urgentemente..corre.rs!Bora Pra Cá!

Bjo!

Antonio Nelson disse...

“O grande espírito nos deu duas orelhas e uma língua, de forma que podemos ouvir o dobro do que falamos". (Antigo ditado indígena)

‘Por Antonio Nelson Lopes Pereira

Direto da Veneza brasileira ou Mauricéia, hoje com nome em referência aos arrecifes das marés; em Recife, capital do Estado de Pernambuco, nasceu Antonio Nelson Lopes Pereira. É estudante de Jornalismo, e fomenta a divulgação da cultura Pernambucana e nordestina. Morou na rua Barão de Mauá, em Olinda, no bairro de Jardim Atlântico. Filho de Nelci Lopes Pereira e Antonio Martins Pereira, ambos pernambucanos. Esta constelação familiar viveu maior parte da vida na maravilhosa terra natal.
Nelson mantém suas raízes, e o sentimento de amor às diversas culturas de seu país; principalmente a riqueza popular do leão do norte. Motivado pelo ímpeto de conhecer a cidade do Salvador na Bahia, onde reside a cinco anos desde a sua chegada no bairro do Tororó. O nome refere-se a língua tupi, e significa água que jorra. Sua riqueza arquitetônica do século XII, ainda mantém traços dessa admirável construção.
Em contato com soteropolitanos, e baianos que tiveram a oportunidade de visitar o carnaval pernambucano; constatou que as experiências pessoais exalavam paixão e desejo de reviver este ímpar afeto com as tradições de Recife, Olinda, Caruaru, e outras regiões. O sentimento de saudade e paixão às suas raízes levou-o a criar um acervo com livros; cd’s, dvd’s, artesanato, culinária, encontros, e etc. Reflexões da política nacional e internacional, adicionado à força da divulgação através de pernambucanos e baianos. Rompendo um antigo paradigma desta união surge um forte movimento na valorização de nossa história antropológica. Também, os meios de comunicação serão foco de atenção e análise deste grupo diante da triste massificação fomentando aparente ameaça frente à nossa real identidade brasileira e multi-cultural.
Por isso, solicitamos a participação de todos. A doação de materiais como livros de escritores pernambucanos como Manuel Bandeira, Gilberto Freire, Paulo Freire e etc; cd’s e dvd’s originais de Lenine, Alceu Valença, Mestre Ambrósio, Geraldo Azevedo, Antônio Nóbrega e Movimento Armorial, Quinteto Violado, Cordel do Fogo Encantado, Mundo Livre S.A, Otto; camisa com a bandeira de Pernambuco, sombrinha do frevo; livros do Ricardo Noblat, notícias de Pernambuco de A a Z. A imprensa escrita: Caros Amigos através de Sofia Amaral responsável pela divulgação desta respeitável imprensa, apóia esta idéia, e já doou duas entrevistas com Ariano Suassuna, Antônio Nóbrega e Lula, e a última com dedicatória de toda equipe de redação.
Contudo, você é um elemento fundamental para o sucesso dessa constelação familiar, e da cultura nordestina: em Pernambuco falando para o mundo, e VOZES DO NORDESTE.

Antonio Nelson Lopes Pereira
Coordenador



“O grande espírito nos deu duas orelhas e uma língua, de forma que podemos ouvir o dobro do que falamos". (Antigo ditado indígena) ...

Em Vozes do Nordeste conjuguemos o verbo ouvir e escutar. No nosso pluralismo lingüístico, desenvolvemos a capacidade de seguir sob bússola da emoção adicionado a razão.

Antonio Nelson disse...

“O grande espírito nos deu duas orelhas e uma língua, de forma que podemos ouvir o dobro do que falamos". (Antigo ditado indígena)

Por Antonio Nelson Lopes Pereira

Direto da Veneza brasileira ou Mauricéia, hoje com nome em referência aos arrecifes das marés; em Recife, capital do Estado de Pernambuco, nasceu Antonio Nelson Lopes Pereira. É estudante de Jornalismo, e fomenta a divulgação da cultura Pernambucana e nordestina. Morou na rua Barão de Mauá, em Olinda, no bairro de Jardim Atlântico. Filho de Nelci Lopes Pereira e Antonio Martins Pereira, ambos pernambucanos. Esta constelação familiar viveu maior parte da vida na maravilhosa terra natal.
Nelson mantém suas raízes, e o sentimento de amor às diversas culturas de seu país; principalmente a riqueza popular do leão do norte. Motivado pelo ímpeto de conhecer a cidade do Salvador na Bahia, onde reside a cinco anos desde a sua chegada no bairro do Tororó. O nome refere-se a língua tupi, e significa água que jorra. Sua riqueza arquitetônica do século XII, ainda mantém traços dessa admirável construção.
Em contato com soteropolitanos, e baianos que tiveram a oportunidade de visitar o carnaval pernambucano; constatou que as experiências pessoais exalavam paixão e desejo de reviver este ímpar afeto com as tradições de Recife, Olinda, Caruaru, e outras regiões. O sentimento de saudade e paixão às suas raízes levou-o a criar um acervo com livros; cd’s, dvd’s, artesanato, culinária, encontros, e etc. Reflexões da política nacional e internacional, adicionado à força da divulgação através de pernambucanos e baianos. Rompendo um antigo paradigma desta união surge um forte movimento na valorização de nossa história antropológica. Também, os meios de comunicação serão foco de atenção e análise deste grupo diante da triste massificação fomentando aparente ameaça frente à nossa real identidade brasileira e multi-cultural.
Por isso, solicitamos a participação de todos. A doação de materiais como livros de escritores pernambucanos como Manuel Bandeira, Gilberto Freire, Paulo Freire e etc; cd’s e dvd’s originais de Lenine, Alceu Valença, Mestre Ambrósio, Geraldo Azevedo, Antônio Nóbrega e Movimento Armorial, Quinteto Violado, Cordel do Fogo Encantado, Mundo Livre S.A, Otto; camisa com a bandeira de Pernambuco, sombrinha do frevo; livros do Ricardo Noblat, notícias de Pernambuco de A a Z. A imprensa escrita: Caros Amigos através de Sofia Amaral responsável pela divulgação desta respeitável imprensa, apóia esta idéia, e já doou duas entrevistas com Ariano Suassuna, Antônio Nóbrega e Lula, e a última com dedicatória de toda equipe de redação.
Contudo, você é um elemento fundamental para o sucesso dessa constelação familiar, e da cultura nordestina: em Pernambuco falando para o mundo, e VOZES DO NORDESTE.

Antonio Nelson Lopes Pereira
Coordenador



“O grande espírito nos deu duas orelhas e uma língua, de forma que podemos ouvir o dobro do que falamos". (Antigo ditado indígena) ...

Em Vozes do Nordeste conjuguemos o verbo ouvir e escutar. No nosso pluralismo lingüístico, desenvolvemos a capacidade de seguir sob bússola da emoção adicionado a razão.

Antonio Nelson disse...

“O grande espírito nos deu duas orelhas e uma língua, de forma que podemos ouvir o dobro do que falamos". (Antigo ditado indígena)

Por Antonio Nelson Lopes Pereira

Direto da Veneza brasileira ou Mauricéia, hoje com nome em referência aos arrecifes das marés; em Recife, capital do Estado de Pernambuco, nasceu Antonio Nelson Lopes Pereira. É estudante de Jornalismo, e fomenta a divulgação da cultura Pernambucana e nordestina. Morou na rua Barão de Mauá, em Olinda, no bairro de Jardim Atlântico. Filho de Nelci Lopes Pereira e Antonio Martins Pereira, ambos pernambucanos. Esta constelação familiar viveu maior parte da vida na maravilhosa terra natal.
Nelson mantém suas raízes, e o sentimento de amor às diversas culturas de seu país; principalmente a riqueza popular do leão do norte. Motivado pelo ímpeto de conhecer a cidade do Salvador na Bahia, onde reside a cinco anos desde a sua chegada no bairro do Tororó. O nome refere-se a língua tupi, e significa água que jorra. Sua riqueza arquitetônica do século XII, ainda mantém traços dessa admirável construção.
Em contato com soteropolitanos, e baianos que tiveram a oportunidade de visitar o carnaval pernambucano; constatou que as experiências pessoais exalavam paixão e desejo de reviver este ímpar afeto com as tradições de Recife, Olinda, Caruaru, e outras regiões. O sentimento de saudade e paixão às suas raízes levou-o a criar um acervo com livros; cd’s, dvd’s, artesanato, culinária, encontros, e etc. Reflexões da política nacional e internacional, adicionado à força da divulgação através de pernambucanos e baianos. Rompendo um antigo paradigma desta união surge um forte movimento na valorização de nossa história antropológica. Também, os meios de comunicação serão foco de atenção e análise deste grupo diante da triste massificação fomentando aparente ameaça frente à nossa real identidade brasileira e multi-cultural.
Por isso, solicitamos a participação de todos. A doação de materiais como livros de escritores pernambucanos como Manuel Bandeira, Gilberto Freire, Paulo Freire e etc; cd’s e dvd’s originais de Lenine, Alceu Valença, Mestre Ambrósio, Geraldo Azevedo, Antônio Nóbrega e Movimento Armorial, Quinteto Violado, Cordel do Fogo Encantado, Mundo Livre S.A, Otto; camisa com a bandeira de Pernambuco, sombrinha do frevo; livros do Ricardo Noblat, notícias de Pernambuco de A a Z. A imprensa escrita: Caros Amigos através de Sofia Amaral responsável pela divulgação desta respeitável imprensa, apóia esta idéia, e já doou duas entrevistas com Ariano Suassuna, Antônio Nóbrega e Lula, e a última com dedicatória de toda equipe de redação.
Contudo, você é um elemento fundamental para o sucesso dessa constelação familiar, e da cultura nordestina: em Pernambuco falando para o mundo, e VOZES DO NORDESTE.

Antonio Nelson Lopes Pereira
Coordenador



“O grande espírito nos deu duas orelhas e uma língua, de forma que podemos ouvir o dobro do que falamos". (Antigo ditado indígena) ...

Em Vozes do Nordeste conjuguemos o verbo ouvir e escutar. No nosso pluralismo lingüístico, desenvolvemos a capacidade de seguir sob bússola da emoção adicionado a razão.

Carol Rocha disse...

Lenine no Grammy!!!
Good Luck! in Las Vegas! ;)

A vida que me levou... disse...

Ai... Lenine!
Só hoje fui obrigada a lembrar o quanto fiquei triste...
por não poder esta em apresentação de Floripa.
Estava ali pertinho... na Guarda do Emabaú.
É que o MARIDÃO ficou meio enciumado. Compreendi que precisava de atenção e saimos p/ jantar. rsrssr
Em sua proxima vinda a Floripa carrego o meu Arno tão querido para que possa sacudir com JackSouBrasieliro ficar na Pressão e mesmo assim ter Paciência para que Meu Amanhã seja nosso. E A Medida da Paixão tentar ser um pouco Tubi Tupy.
Um forte abraço. :)
Seja sempre assim!